quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Na China, político corrupto é condenado à prisão perpétua


Em meio às investigações de corrupção que acontecem no Brasil, um caso do outro lado do mundo chama a atenção. Liu Tienan, que já foi vice-chefe da Comissão de Desenvolvimento Nacional e Reforma da China, um cargo equivalente ao de um ministro, foi condenado à prisão perpétua, nesta quarta-feira (10), por um escândalo de propinas que expôs a corrupção nos altos níveis do governo chinês e envolveu várias empresas, incluindo a Toyota Motor Corp. Ele teria recebido o equivalente a R$ 18,5 milhões em subornos, um escândalo revelado por uma ex-amante. A Comissão comandada por Liu é a responsável por aprovar todos os grandes projetos industriais na China. Liu foi a primeira autoridade com nível ministerial a encarar uma investigação depois que Xi Jinping se tornou o líder do Partido Comunista no final de 2012 e lançou a mais agressiva campanha anticorrupção na China em décadas.
 

Nenhum comentário: